Arquivos notetecs - Página 2 de 6 - Blog da NoteTec
notetecs

0 897
o que é Face ID

Quando o iPhone trouxe o Touch ID, a Apple revolucionou a forma como se pensa segurança. De lá para cá, cada vez mais, a sua vida está integrada com o celular: os registros de momentos importantes, dados financeiros, informações do trabalho e por aí vai. Ou seja, se tornou necessária mais proteção e ir além da impressão digital. Assim surgiu o Face ID.

O reconhecimento facial criado pela Apple chegou para tornar a sua vida mais fácil e muito mais segura. Por isso, vamos explicar tudo o que você precisa saber, como utilizar e todas as vantagens do sistema.

Vamos lá?

 

Afinal, o que é Face ID?

 O reconhecimento facial, chamado de Face ID, chegou no mercado com o lançamento do iPhone X. Ou seja, o aparelho apresentou uma substituição para o uso da impressão digital. Agora, com somente um olhar você desbloqueia a tela. Na verdade, basta um olhar para fazer compras, pagamentos e acessar aplicativos e contas.

O sistema funciona da seguinte forma: a câmera do iPhone capta os dados do seu rosto a partir de uma projeção de mais de 30 mil pontos invisíveis. Esses pontos criam um mapa de profundidade de altíssima precisão. O processo também gera uma imagem infravermelha para ser armazenada.

O Face ID é uma tecnologia tão avançada que consegue funcionar no escuro, em ambientes externos e internos, com o uso de acessórios como óculos, lentes, chapéu e mesmo com mudanças no visual, como maquiagem, ele irá reconhecer. No caso do uso de barba, por exemplo, ou de outra alteração mais profunda, no momento em que o sistema consegue achar uma combinação parcial, será solicitada a senha de acesso. Tendo respondido corretamente, o seu novo visual é atualizado automaticamente no dispositivo.

Como o foco é segurança, só é possível tentar acessar o iPhone pelo Face ID em cinco tentativas. Na sexta o código de acesso será solicitado. Além disso, seu sistema de profundidade consegue identificar o uso de fotos, ou seja, imagens impressas ou digitais não conseguem desbloquear o telefone.

Quer se sentir ainda mais seguro? O Face ID é sensível à atenção. Isso mesmo. Para uma pessoa desbloquear o telefone sem que você veja, em caso de estar dormindo, por exemplo, é improvável. Isto porque o sistema identifica se seus olhos estão abertos e se sua atenção está voltada para a tela.

Demais, né?

 

Quais são as vantagens do Face ID?

Até aqui já foi possível perceber quais são as vantagens de ativar o Face ID, não é? A segurança, praticidade e privacidade resumem qual o foco dessa tecnologia. É claro que ela não é 100%. A própria Apple diz que a probabilidade de outra pessoa conseguir desbloquear o seu iPhone com o rosto dela é de 1 em 1 milhão. Porém, há exceções para irmãos gêmeos ou muito parecidos e em crianças menores de 13 anos.

É possível determinar também para quais atividades você quer utilizar o reconhecimento facial. Podendo ser apenas para o desbloqueio da tela, por exemplo, sem envolver compras e transações financeiras.

Como a segurança está em voga, a Apple trabalhou bastante para tornar o sistema eficiente nesse sentido. Sendo assim, caso você não queira que o aparelho acabe sendo desbloqueado pelo Face ID, basta pressionar o botão de volume e o liga/desliga juntos ao mesmo tempo. A leitura do rosto ficará desativada temporariamente.

Por fim, existe mais uma grande vantagem que perpassa tudo isto: a acessibilidade. Além de tornar o aparelho mais acessível e prático, evitando a necessidade de utilizar muitos movimentos físicos, a tecnologia oferece suporte para diferentes deficiências e suas necessidades particulares.

 

Como configurar o seu Face ID?

 Com todas essas vantagens e a partir desse sistema avançado, você deve estar se perguntando como ativar logo o Face ID. Por isso, listamos abaixo como fazer isto e ainda como utilizar a tecnologia para todos os serviços que ela possibilita a partir do reconhecimento facial.

 

#Configuração do Face ID:

1- Acesse Ajustes, clique em Face ID e depois “Configure o Face ID”.

2- Posicione o aparelho na vertical, de frente para o seu rosto e clique em “Começar”.

3-Ajuste o seu rosto dentro do quadro indicado na tela e movimente sua cabeça para completar o círculo indicado.

4-Clique em continuar e repita o procedimento pela segunda vez.

5-Basta finalizar dando o OK.

É bom saber: caso você não tenha, defina um código de acesso que será utilizado de forma alternativa para o desbloqueio da tela.

 

#Para desbloquear a tela usando o Face ID:

1-Toque no telefone para que ele seja ativado.

2- Para iPhones, posicione o dispositivo na vertical e olhe para ele. Para iPad, pode ser tanto na vertical quanto horizontal.

3- Em seguida aparecerá o ícone do cadeado abrindo. Basta deslizar o dedo de baixo para cima e o aparelho estará desbloqueado.

 

#Para fazer compras no Apple Play:

1-  Acesse a loja que você deseja realizar a compra.

2-Escolha o cartão. Para usar o padrão, clique duas vezes no botão da lateral. Caso você deseje utilizar outro cartão, faça o mesmo procedimento, toque no seu cartão e na sequência vá em “escolher outro cartão”.

3- Olhe para o iPhone e o segure a parte superior próximo ao leitor de proximidade.

4- Aguarde o Ok e verificação aparecer na tela.

 

#Para fazer compra dentro de um app ou em um site a partir do Safari:

1-Na hora de finalizar a compra, selecione comprar com Apple Pay. Confirme suas informações de pagamento.

2- Clique duas vezes no botão lateral e então olhe para o dispositivo.

3- Aguarde o Ok e os dados de verificação.

 

#Para compras no iTunes, App ou Book Store:

1-Abra um dos três aplicativos citados e selecione o sua compra.

2- Clique duas vezes no botão lateral e olhe para o dispositivo.

3- Aguarde o Ok e os dados de verificação.

 

Pronto! Agora você já sabe tudo sobre o Face ID. Quer aprender sobre mais recursos da Apple para os seus usuários? Leia aqui!

0 2806
melhor câmera de smartphone

A cada dia são tiradas mais e mais fotos por meio da melhor câmera de smartphone para compartilhar nas redes sociais, em aplicativos de mensagens ou para guardar momentos para si. A relação dos usuários com seus smartphones se estreitou, tornando o celular quase uma extensão de seu próprio corpo. E essa é uma das razões pela qual se investe tanto em recursos modernos para smartphones, com especial atenção à qualidade da câmera.

Mas, dentre os fabricantes, por que a Apple possui a melhor câmera de smartphone?

 

Uma boa integração de software e hardware é fundamental

É claro que muitas pessoas preferem celulares Android e estão muito satisfeitas com suas câmeras. De fato, há smartphones Android com lentes excelentes e um desempenho de câmera muito bom. Mas isso ainda não é suficiente. O Android é o sistema operacional do Google, e mesmo que uma fabricante de smartphones, como a Samsung e a LG, por exemplo, decidam investir em câmeras melhores, o software precisa estar à altura desse desempenho, o que pode levar alguns anos a partir do momento em que é lançado um modelo de câmera mais avançado.

Com o iOS isso não acontece. Na Apple, software e hardware estão intimamente interligados, afinal são fabricados por uma única empresa.

 

Muitos megapixels não é garantia de câmera melhor

É errado pensar que quanto mais megapixels o sensor da câmera tem, melhor será a imagem. Na verdade, muitos fabricantes usam o número de megapixels de sua câmera para promover seu produto como superior, mas isso não quer dizer que seja a melhor câmera de smartphone.

O número de pixels não significa nada, principalmente se o fabricante espremeu os pixels sobre um pequeno sensor, como acontece com muitos smartphones. Uma boa câmera deve conter a quantidade certa de pixels para o tamanho do sensor.

A Apple prefere investir na tecnologia e melhorar o desempenho de seus aparelhos, do que aumentar números para “parecer” melhor.

 

Pixels maiores é igual a melhores imagens

Ao invés de tornar os pixels da câmera menores para aumentar a quantidade de pixels montados sobre o sensor, a Apple aumentou o tamanho do pixel e manteve a mesma quantidade de pixels por meio de um sensor 15% maior.

Como disse Phil Schiller, vice-presidente de marketing da Apple: “pixels maiores é igual a melhor imagem”.

O aumento do tamanho do pixel faz uma grande diferença, aumentando a sensibilidade à luz fraca reduzindo o ruído.

 

Qual a diferença entre uma foto feita por um iPhone e uma foto de um celular Android?

As fotos tiradas com celulares Android sofrem modificações dependendo do fabricante. Alguns modelos são mais nítidos, outros sofrem ruídos em fotos feitas em ambientes escuros, mas a maioria tem um ponto em comum, que é a vivacidade das cores. Smartphones Android tendem a tirar fotos com cores mais vivas, se comparadas às fotos tiradas por iPhones. Essa é uma característica do software da câmera, que “maquia” a imagem para aparentar maior contraste e nitidez, mas ao ver a foto ampliada e observar os detalhes ao fundo, é perceptível que os detalhes da foto ficam prejudicados.

Fotos tiradas pelo iPhone, mesmo que aparentem ser menos “vivas”, retratam um pouco mais fielmente a imagem captada pelos nossos olhos. E, caso seja do desejo do fotógrafo aumentar a saturação de cores e o contraste da imagem, ele poderá fazer isso manualmente. Coisa que é mais difícil reverter quando a foto já é tirada com alta saturação e contraste. Além disso, os detalhes da foto são mais nítidos, a foto tem uma aparência mais real, no contexto geral.

 

Escolha a melhor câmera de smartphone que atenda às suas necessidades

Nós apresentamos detalhes técnicos que fazem com que a câmera dos celulares iPhone sejam melhores em comparação com celulares Android. Mas, quem decide qual a melhor câmera para suas necessidades pessoais é o consumidor.

Quem presta mais atenção aos detalhes, entende de fotografia ou apenas é um entusiasta de boas imagens, tende a preferir as câmeras do iPhone. Mas há quem prefira um aparelho que tenha um melhor desempenho em outro sentido, e deixa a câmera um pouco de lado.

O importante é escolher o smartphone que melhor atenda às suas necessidades.

Para escolher a melhor câmera de smartphone que melhor combina com suas necessidades clique aqui.