A cada ano que passa a tecnologia vem se desenvolvendo e um dos grandes saltos desta década pode ser claramente visto nos dispositivos móveis. É claro que o avanço possui um preço e em nosso cenário nacional ele acaba se tornando bem considerável. Não é de hoje que os smartphones lideram o ranking de objetos mais visados por assaltantes, não somente por seu valor, mas também pela facilidade com que o furto pode ser executado.

Na última semana um fato curioso narrado pelo jornalista Ancelmo de Góis chamou a atenção de vários internautas. Segundo ele, um ladrão tomou de assalto diversos pertences em um ônibus no Rio de Janeiro e se recusou a levar um Apple iPhone 6 de um dos passageiros, de acordo com relatos ele havia dito: “Esse não serve. Não consigo desbloquear.”

A Apple caprichou na tecnologia adotada para proteger a segurança de seus usuários. O funcionamento do aparelho é atrelado a um ID Apple, e isso faz com que o dispositivo não possa ser restaurado para os padrões de fábrica nem mesmo desbloqueado sem a devida senha criada pelo usuário no momento da ativação.

A situação abre uma reflexão sobre a importância que a segurança da informação possui, não só na rede mas também na sociedade. Se todas as empresas seguirem a tendência de proteção ao usuário final, poderemos seguir com uma possível redução dos índices de assaltos a determinados dispositivos que se tornam inúteis sem a presença do proprietário.

Nos resta agora esperar o que vem por aí e torcer para que a tecnologia atrapalhe cada vez mais a ação de criminosos.

Para ficar por dentro dos últimos lançamentos e ter acesso aos melhores preços em smartphones, acesse nossa loja: http://www.notetec.com.br/

E siga nosso Facebook: https://www.facebook.com/noteteclojaonline/

Artigos relacionados

Sem comentários

Faça um comentário